Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Translate

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Seguidores

terça-feira, 3 de junho de 2008

Jovens da igreja Geração Jesus Cristo depredam centro espírita no Catete

Vândalos, que foram presos, diziam que adeptos deviam 'abandonar o demônio'

Natanael Damasceno, O Globo, página 17, em 03/06/2008

Quatro jovens invadiram e depredaram o centro espírita Cruz de Oxalá, no Catete, no início da noite de ontem. Aos gritos, três rapazes e uma jovem, todos aparentando ter cerca de 20 anos, insultaram os fiéis e quebraram todas as imagens e todos os utensílios que havia no local. Contidos pelos dirigentes do centro, os quatro foram levados para a 9ª DP (Catete). Em depoimento, eles disseram que são da igreja Geração Jesus Cristo, da linha neopentecostal, situada no Santo Cristo.

O ataque começou por volta das 19h, quando pouco mais de 20 pessoas aguardavam, numa fila na Rua Bento Lisboa, a abertura do centro. O grupo perguntou para que era a fila e, diante da resposta, teria começado a agressão.

— Quando disse que estávamos ali para a consulta, começaram a nos insultar. Aos gritos, diziam que, por ordem de Jesus, devíamos abandonar o demônio ali presente. Eles agrediram verbalmente todos os que estavam na fila e aproveitaram a porta aberta para entrar — contou a advogada Sylvia Santana.

Um dos dirigentes do centro, o advogado Celso Quadros, de 52 anos, disse que nunca viu tamanha intolerância.

Ele contou que um dos integrantes do grupo esteve em uma das sessões do centro há alguns dias em busca de confusão e foi obrigado a deixar o local. Ontem, segundo o advogado, eles já teriam entrado quebrando tudo.

— Eu estava na secretaria quando os vi já dentro do centro. Eles entraram gritando que estavam fazendo aquilo em nome de Jesus e quebraram tudo. Não ficou nada inteiro. Além disso, ameaçaram as pessoas, boa parte delas idosa, que estavam preparando a reunião do dia. Eles chegaram dizendo frases do tipo “Onde está o demônio de vocês que não está aqui para protegêlos?” e “Deus mandou a gente aqui para tirar o demônio de vocês” — disse o dirigente.

Celso contou que o centro existe há mais de 80 anos e que nunca tinha sido atacado dessa forma. Segundo ele, os jovens estavam muito alterados e, mesmo depois que a polícia foi chamada, ficaram dizendo que Deus ia tirá-los rapidamente da cadeia.

O centro espírita, que professa cultos da linha branca do espiritismo, mistura conceitos de religiões afro-brasileiras e do kardecismo. Segundo seus dirigentes, ele está no bairro há pouco mais de dez anos e sempre conviveu pacificamente com vizinhos católicos e evangélicos. Os ataques teriam começado há alguns meses, depois que uma nova igreja evangélica se instalou nas proximidades.

Veja mais:

Nenhum comentário: