Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Translate

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Seguidores

domingo, 11 de maio de 2008

A intuição e a mística do agir religioso

A intuição e a mística do agir religioso
Autor:
Robson Medeiros Alves
Editora: Pastoral Universitária / Loyola
Sinopse: Cada vez mais se observa o movimento do agir religioso girar em torno de si mesmo, protegendo-se atrás de determinismos moralizantes, desviando-se da realidade existencial em que está inserido. Resulta disso a elaboração de uma interpretação metafísica da vida e das religiões que apresenta o sagrado cada vez mais distanciado do cotidiano, chegando muitas vezes a manifestar uma dissociação ou ruptura entre transcendência e imanência dentro da experiência religiosa. Isso tem desviado o agir re­ligioso do seu destino esperado, que é voltar-se para a transformação da vida, de forma livre, aberta e dinâmica, descobrindo na duração existen­cial, e não na durabilidade psicoemotiva, um lugar privilegiado para a memória.
O autor sugere uma transforma
ção do agir religioso, partindo do próprio desejo humano, impulsionado pela utopia de acreditar e de esforçar-se para viver uma "humanidade mais humanizada", cada vez mais fecundada pela presença do sagrado, através do empenho por uma "reli­giosidade mais humanizada" na qual a coragem, individual e comunitá­ria, de viver o real religará o ser humano consigo mesmo e com a transcendência, efetivando assim a "espiritualização da sociedade". Trata-se de uma busca por novas expressões que dialoguem com a eternida­de do tempo.
Nesse sentido, o que orientar
á essa busca será o élan vital, a ação humana como realização de um sentido mais amplo e profundo que o agir religioso irá assumir impulsionado pela intuição e pela mística, ali­cerces de um agir consciente, em que por meio da vivência de uma reli­gião aberta e dinâmica a sociedade se torne mais prenhe de sentido. Isso faz parte da mística do viver.

Nenhum comentário: