Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Translate

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Seguidores

domingo, 4 de novembro de 2012

As religiosidades expressam a dinamicidade cultural brasileira. Entrevista especial com Cairo Mohamad Ibrahim Katrib



IHU (03/11/2012): As religiosidades expressam a dinamicidade cultural brasileira. Entrevista especial com Cairo Mohamad Ibrahim Katrib: A religiosidade é a mais democrática das formas de expressão da cultura e da identidade de um dado grupo social. “São através delas que as pessoas conectam passado e presente, real e sobrenatural, individual e coletivo”, afirma o historiador. Na opinião do professor e pesquisador Cairo Mohamad Ibrahim Katrib, “o mais importante em relação às memórias e narrativas em torno das religiosidades brasileiras é a necessidade de valorizá-las e compreendê-las enquanto linguagens sociais, culturais e, consequentemente, históricas, que propiciam aos sujeitos e aos grupos sociais fortalecerem seus laços identitários, recuperar os sentidos do viver e fazer com que as dificuldades do dia a dia pareçam insignificantes frente às expressões de fé, devoção e encontro com o sagrado”. Na entrevista que concedeu por e-mail à IHU On-Line, ele constata uma “miscelânea de práticas no campo da religiosidade brasileira que incorporou, ao longo dos séculos de nossa história, elementos das comunidades indígenas, negras, europeias, dos grupos de imigrantes e migrantes que se movimentaram país adentro, formatando a nossa identidade cultural”. E continua: “quando falamos em religiosidade brasileira vislumbram aos nossos olhos as mais diversas formas de devoção, a maioria marcada pela realização de romarias, festejos aos santos padroeiros tudo comemorado com muita cor, batuque, fé e ludicidade”. Cairo Mohamad Ibrahim Katrib é docente no curso de graduação em História da Universidade Federal de Uberlândia, Campus Pontal – Ituiutaba. Doutor em História Cultural pela Universidade de Brasília – UnB, é mestre em História pela Universidade Federal de Uberlândia. É também coordenador da área de pesquisa e extensão das Ciências Humanas e Sociais Aplicadas da Faculdade de Ciências Integradas do Pontal – FACIP/UFU. Confira a entrevista. >>> Leia mais, clique aqui.

Nenhum comentário: