Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Translate

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Seguidores

domingo, 24 de julho de 2011

Teologia pública e de fronteira: controvérsias em uma Igreja polarizada. Entrevista especial com Paul Lakeland

IHU (24/07/2011): Teologia pública e de fronteira: controvérsias em uma Igreja polarizada. Entrevista especial com Paul Lakeland: “Boa parte da teologia católica atualmente é distintamente pública”, ou seja, “visa tanto a influenciar as políticas públicas”, quanto a “entrar em diálogo com os bispos sobre uma série de questões, por mais difícil que seja esse diálogo”. Por outro lado, “os teólogos e teólogas atuam nas fronteiras, e em uma Igreja polarizada isso significa, inevitavelmente, controvérsia”. A análise é localizada: a realidade norte-americana, a partir da realização da 66ª Convenção Anual da Sociedade Teológica Católica dos Estados Unidos, ocorrida neste mês. Porém, apresenta aspectos desafiadores ou impulsionadores para a prática teológica também em outros lugares do mundo, pois a teologia hoje está “mais sensível do que no passado aos perigos do eurocentrismo ou do patriarcado na Igreja”. Para o teólogo Paul Lakeland, professor da Fairfield University, em Connecticut, onde dirige o Centro de Estudos Católicos, a ênfase das especialidades teológicas “está passando mais para questões éticas, sociopolíticas e eclesiológicas”. E, nesse contexto, um dos temas mais candentes é o legado do Concílio Vaticano II. Segundo Lakeland, em entrevista por e-mail à IHU On-Line, as pessoas precisam “perceber que o Concílio está efetivamente em continuidade com o passado, mesmo em seus momentos mais progressistas”. Mas é preciso não reificar o Concílio. “Ele é/foi um momento na história da Igreja. Uma parte dele foi internalizada, grande parte foi ignorada, e uma parte foi ultrapassada”, afirma. Paul Lakeland é professor da cátedra Pe. Aloysius P. Kelley, S.J. de Estudos Católicos da Fairfield University, em Connecticut, nos EUA, onde dirige o Centro de Estudos Católicos. Ex-jesuíta, é articulista do jornal católico Commonweal, de Nova Iorque. Em 2004, conquistou o primeiro lugar no Catholic Press Award, na categoria teologia, pelo seu livro The Liberation of the Laity: In Search of an Accountable Church (Continuum International, 2003). Também é autor de Postmodernity: Christian Identity in a Fragmented Age (Continuum International, 1997) e de Catholicism at the Crossroads: How the Laity Can Save the Church (Continuum International, 2007). Confira a entrevista. >>> Leia mais, clique aqui.

Nenhum comentário: