Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Translate

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Seguidores

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

'Conhecer a religião do outro é uma questão de vida ou morte’

IHU (28/10/2010): 'Conhecer a religião do outro é uma questão de vida ou morte’: Farah Maiza, 22 anos, e Samuel Grzybowski, 18 anos, membros da associação interreligiosa Coexistir, que reúne jovens de diferentes confissões, assistiram juntos o filme “Des hommes et des Dieux”. A reportagem é de Julien Duriez e está publicada no jornal católico francês La Croix, 22-10-2010. A tradução é do Cepat. “Sobre Homens e Deuses” eles assistiram juntos. E “sempre com a mesma emoção”, dizem Farah Maiza e Samuel Grzybowski em uníssono, ao se olharem pelo canto do olho. Os dois amigos de longa data, ela muçulmana e ele católico, estão lado a lado em uma das salas de reunião do Movimento Judeu Liberal da França, onde acontece a assembleia-geral da sua associação de diálogo interreligioso, a Coexistir. Ainda estimulados pelas discussões que animaram os jovens – quer sejam cristãos, muçulmanos ou judeus –, os dois estudantes respondem às questões numa tirada só. Praticantes e apaixonados pelas questões confessionais, ambos foram tocados particularmente pelas cenas de oração. “Os irmãos rezam como se estivessem sozinhos diante de Deus. Mesmo se contrariamente a eles, como muçulmana, eu procuro me isolar para rezar, a maneira que eles têm para se afastar de tudo para se encontrar com Deus é universal”, acredita Farah. Do mesmo modo, a vida dos monges ritmada pela oração lhe lembrou o preceito das cinco orações cotidianas seguido pelos crentes de sua própria religião. >>> Leia mais, clique aqui.


Nenhum comentário: