Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Translate

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Seguidores

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

''Muita reza e pouca missa, muito santo e pouco padre'': o Catolicismo Plural. Entrevista especial com Faustino Teixeira e Renata Menezes

IHU (14/01/2010): ''Muita reza e pouca missa, muito santo e pouco padre'': o Catolicismo Plural. Entrevista especial com Faustino Teixeira e Renata Menezes: O antropólogo francês radicado no Brasil Pierre Sanchis afirma que "há religiões demais nessa religião", o catolicismo. Mas o que acontecerá ao catolicismo "nesse processo de deslocamento, que não é apenas geográfico, mas também político e cultural", que vivemos em nível global? E, em nível de Brasil, como entender a "complexidade e plasticidade", a "diversidade e pluralidade" do modo ser católico? Nesta entrevista conjunta concedida por e-mail à IHU On-Line, Faustino Teixeira e Renata Menezes refletem sobre essas questões a partir do conceito de "catolicismo plural", um catolicismo peculiar ao Brasil, "com malhas bem largas e diversificadas". Ambos organizaram a recente publicação do livro "Catolicismo Plural: Dinâmicas contemporâneas" (Ed. Vozes, 2009), em que, junto a outros dez pesquisadores, buscam compreender as dinâmicas e processos que marcam o universo católico, especialmente no Brasil. O livro compõe uma trilogia produzida pela Iser Assessoria e pela Editora Vozes, da qual também fazem parte as obras "Sociologia da religião: Enfoques teóricos" (Vozes, 2003) e "As religiões no Brasil: Continuidades e rupturas" (Vozes, 2006). Faustino Teixeira, parceiro do IHU, é doutor e pós-doutor em teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana, de Roma. É professor-associado e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora (PPCIR-UFJF), em Minas Gerais. Renata de Castro Menezes, antropóloga e historiadora, é mestra e doutora em antropologia pelo Museu Nacional / UFRJ e professora adjunta II do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da mesma instituição. Confira a entrevista.


Nenhum comentário: