Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Translate

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Seguidores

terça-feira, 10 de junho de 2008

Minorias religiosas do Oriente Médio têm novo apoio

Pax Christi: os governos europeus devem exigir o respeito à liberdade religiosa

PARIS, 10 de junho de 2008 (ZENIT.org).- A seção francesa de Pax Christi Internacional pôs em andamento uma rede de solidariedade, «Pluralisme des cultures et des religions», para fazer um apelo a favor das minorias religiosas perseguidas em todo o mundo, especialmente no Oriente Médio, segundo informou o jornal católico francês La Croix em 4 de junho passado.

A rede faz um chamado urgente aos governos europeus, «começando pelo governo francês», para que exijam dos países onde isso acontece «que respeitem e façam respeitar em seus territórios a liberdade de crença e de culto», vinculando «a ajuda material, financeira e econômica ao respeito dessa liberdade».

«Cristãos, muçulmanos, judeus ou agnósticos, não podemos ser insensíveis diante dos sofrimentos de populações inteiras perseguidas por suas crenças religiosas. Não podemos aceitar a idéia da uniformização forçada de uma região que foi o berço de várias das maiores religiões da humanidade», afirma o comunicado oficial de adesão à rede.

«Não podemos, enfim, ver sem inquietude crescer o abismo entre um Ocidente no qual existe o pluralismo religioso e um Oriente onde reina o regime da religião única.»

A iniciativa, à qual aderiram até agora personagens como Jacques Delors e Jean d’Ormesson, foi posta em andamento na reunião do comitê que patrocinou a operação «Páscoa com os cristãos do Iraque», no mês de fevereiro passado. No transcurso desta operação, uma delegação encabeçada por Dom Marc Stenger, bispo de Troyes e presidente de Pax Christi Francia, visitou as comunidades cristãs iraquianas.

Trata-se agora de estender este apoio às minorias religiosas ameaçadas dessa parte do mundo, em especial, segundo a nota oficial de Pax Christi França, publicada em 1º de junho passado, das minorias cristãs em alguns países muçulmanos, algumas delas milenares, que estão «em risco de extinção», assim como outras religiões marginalizadas, como os judeus ou os Baha’is.

A rede também faz um chamado aos «homens e mulheres de todos os países e crenças», para que façam «da liberdade de consciência e de religião das pessoas o fundamento de um mundo pacífico e solidário».

Pax Christi Internacional, o Movimento Cristão Internacional pela Paz, é uma instituição nascida na França em 1945, pela iniciativa de um grupo de cristãos franceses e alemães, e convertida em movimento internacional em 1950. Atualmente está presente em 50 países dos cinco continentes, e está reconhecida como ONG de caráter consultivo perante as instituições da ONU e da União Européia.

Mais informação: http://paxchristi.cef.fr

Nenhum comentário: