Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Translate

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Seguidores

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Reunião inter-religiosa para mostrar benefícios da fé à Europa

Encontro celebrado em Rovereto


Por Miriam Díez i Bosch

ROVERETO (ITÁLIA), sexta-feira, 23 de maio de 2008 (ZENIT.org).- Representantes de diferentes tradições religiosas refletem nestes dias sobre como apresentar à Europa os benefícios da fé.


Com o lema «Valores comuns para uma Europa que muda. A contribuição das culturas e das religiões», líderes religiosos europeus de 35 países e de mais de 12 tradições religiosas participam do «Encontro Inter-Religioso Europeu» organizado de 22 a 25 de maio em Rovereto.


O objetivo do encontro é «pensar juntos em vias de ação na Europa nas quais se reconheça a contribuição das religiões».


O congresso conta com o apoio da Comissão Européia e uniu os esforços das instituições civis e religiosas da área, inclusive a arquidiocese de Trento.


Rovereto alberga o maior sino do mundo, «Maria Dolens», abençoado em 1965 por Paulo VI, símbolo de reconciliação, construído fundindo balas.


O presidente da fundação Sino de Rovereto, Alberto Robol, destacou em sua saudação inicial que «temos de lutar juntos contra a hostilidade e o fundamentalismo» e este congresso «nos oferece a oportunidade de refletir juntos sobre os valores de coesão social, e sobre a Europa, suas raízes e seu futuro».


Na inauguração, o presidente europeu de Religiões pela Paz, Jehangir Sarosh, disse que não se tratava de uma discussão inter-religiosa, e sim de um «encontro» no qual se «escuta e se muda a mentalidade» para conseguir que a sociedade entenda os benefícios da religião.


O bispo emérito luterano norueguês e moderador do Conselho Europeu de Líderes Religiosos, Gunnar Stalsett, referiu-se ao papel da religião na mídia e à «solidariedade necessária» para a Europa.


«A religião é um elemento importante nos meios de comunicação: o novo lugar da religião no discurso público chegou talvez de maneira surpreendente para os próprios fiéis e para os que haviam relegado a fé ao reino da irrelevância e da superstição», constatou.


«Contudo, o perfil da religião na mídia é bastante negativo. Não há muito espaço para aspectos positivos que mostrem a miríade de acontecimentos que expressam a fé e a religião como uma força positiva na vida dos indivíduos, das famílias, das comunidades e das nações», lamentou.


Uma das contribuições das religiões e da espiritualidade à Europa é a defesa da dignidade humana e do amor pelo próximo, revelou este bispo luterano: «O amor ao Divino é incompatível com o ódio aos nossos vizinhos. Atos de ódio em nome de Deus são atos contra Deus».


Neste sentido, apelou a ver a «solidariedade» como chave para «superar divisões»: «A solidariedade é o nome do amor. O amor está no centro da solidariedade. Um espaço comum com igualdade de direitos para todos é chave para uma segurança compartilhada para todos», concluiu.


O congresso conta com a participação de um nutrido grupo de jovens de várias religiões.


Participa o bispo de Trento, Dom Luigi Bressan, o arcipreste Vsvolov Chaplin, da Igreja Ortodoxa Russa, o rabino Jonathan Magonet, do Reino Unido, o imame Abdjuljalil Sajid e o bispo Alfeyev Hilarion, de Viena, representante da Igreja Ortodoxa Russa ante as instituições européias.



Nenhum comentário: