Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Translate

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Seguidores

sábado, 31 de maio de 2008

Espiritismo e loucura: O Sanatório Espírita de Uberlândia (1932-1970)

Espiritismo e loucura: O Sanatório Espírita de Uberlândia (1932-1970)
Autor:
Raphael Ribeiro
Resumo: A proposta deste trabalho é pensar a loucura e sua institucionalização na cidade de Uberlândia. Essa discussão envolvendo a temática da loucura continua atual e instigante por tudo que ela representou e ainda representa em nossa sociedade. Dúvidas têm surgido de maneira intensa em torno da grande incógnita que envolve a loucura. Quais os indícios que evidenciam a loucura? Mais ainda, a loucura realmente existe? Muitas outras indagações estão colocadas, inclusive questionando o discurso médico, que antes se apresentava como vencedor, como também suas práticas e técnicas curativas. Em contrapartida, percebemos hoje o quanto foram importantes os debates de outros segmentos da sociedade que, de uma maneira ou de outra, não aceitaram a imposição do saber psiquiátrico. Este trabalho de pesquisa nasceu a partir de uma vasta documentação encontrada no Sanatório Espírita de Uberlândia, instituição fundada em 1942 e desativada em meados dos anos 1990. São 29 livros contendo inúmeros prontuários dos internos de 1942 a 1959. Nessa documentação, encontramos informações sobre o motivo da internação, relatado pelo responsável do asilado, diagnóstico e prognóstico, muitos deles por psicografias, terapêuticas utilizadas, entre outras. Tendo em vista as diversas possibilidades de análise dessa documentação, o campo de reflexão utilizado na pesquisa tem como premissa trabalhar os complexos discursos que foram elaborados sobre a insanidade presentes na cidade de Uberlândia e, como isso possibilitou as práticas de sua institucionalização.
Palavras-chaves: Loucura, espiritismo, obsessão, Uberlândia/MG, institucionalização.

Um comentário:

ACERVO DE FILMES disse...

Olá, um livro que acaba de sair

http://www.4shared.com/document/XqnMMK7e/Histria_e_loucura.html